Pesquisa
0

Uso do celular à noite aumenta o risco de depressão infantil

Crianças estão trocando brinquedos por tablets e smartphones cada vez mais cedo. E não bastasse o prejuízo à visão, cientistas da Universidade Griffith e da Universidade Murdoch, ambas na Austrália, alertam para a relação entre o uso noturno desses aparelhos e a depressão. A associação veio após a análise de 1.100 alunos de 29 escolas, […]

Uso do celular à noite aumenta o risco de depressão infantil

Crianças estão trocando brinquedos por tablets e smartphones cada vez mais cedo. E não bastasse o prejuízo à visão, cientistas da Universidade Griffith e da Universidade Murdoch, ambas na Austrália, alertam para a relação entre o uso noturno desses aparelhos e a depressão.

A associação veio após a análise de 1.100 alunos de 29 escolas, dos 8 aos 11 anos de idade. Anualmente, os voluntários mirins passavam por entrevistas em que falavam, por exemplo, sobre qualidade do sono e até que horas trocavam mensagens de texto, checavam as redes sociais e ligavam para os colegas.

Já no primeiro ano da pesquisa, 85% dessa turma tinha celular e apenas 1/3 afirmou que o deixava de lado após a luz ser apagada. Três anos depois, esse índice subiu para 93% e somente 1/5 dava descanso às telas pouco antes da hora de dormir, como recomendam os especialistas.

Os efeitos de tantas noites em claro? Maior dificuldade em lidar com problemas, baixa autoestima e mais irritabilidade em comparação a quem se desconectava no horário certo. Questões que podem fomentar a tristeza profunda.

Conforme o uso do smartphone aumentava, a má qualidade do sono e outros sintomas de depressão pioravam. Daí a importância de monitorar e limitar o tempo que a criançada fica on line.

Compartilhar:
  • googleplus
  • linkedin
  • tumblr
  • rss
  • pinterest
  • mail

Escrito por trcom

There are 0 comments

Leave a comment

Want to express your opinion?
Leave a reply!