Economia
0

Hábitos que nos impedem de guardar dinheiro

O brasileiro não sabe economizar e isso é cultural. Começando pelas famílias lidarem com dinheiro como um tabu pouco falado em casa e continuando com o preconceito com a educação financeira na escola. O educador financeiro Robinson Trovó lista alguns hábitos que o consumidor faz errado e que o impedem de juntar dinheiro. Gastar mais […]

Hábitos que nos impedem de guardar dinheiro

O brasileiro não sabe economizar e isso é cultural. Começando pelas famílias lidarem com dinheiro como um tabu pouco falado em casa e continuando com o preconceito com a educação financeira na escola. O educador financeiro Robinson Trovó lista alguns hábitos que o consumidor faz errado e que o impedem de juntar dinheiro.

Gastar mais do que ganha – O ideal é economizar, todo mês, pelo menos 10% do salário. Se conseguir mais, melhor. O educador financeiro sugere que as pessoas usem envelopes para se planejar financeiramente e assim começar o processo de poupar. “Compre 10 envelopes de carta. Em cada um deles escreva itens dos quais serão destinados o seu dinheiro. Em seguida, escreva também no envelope o valor que você acha que gasta no mês com aquele item. Depois, cada compra ou pagamento que fizer, coloque o comprovante dentro do envelope que for daquele item”, sugere Trovó.

Ceder a tentações – Em geral, as pessoas gastam mais do que podem em roupas, tecnologia e outras coisas supérfluas. Educação e saúde são exemplos de prioridades para onde o dinheiro deve ir, mas nas outras áreas é importante aprender a resistir aos apelos comerciais.

Não planejar o futuro – Viver apenas o presente não funciona muito bem quando falamos de finanças. Ao contrário do que muitos pensam, a ideia de curtir a vida e se divertir exige preocupação com o futuro.

Exibicionismos -Preocupar-se demais com o que os outros pensam pode ser fatal para a sua vida financeira. “Nunca troque de carro só porque todos os amigos compraram um novo e só troque de celular quando realmente precisar de outro”, exemplifica Trovó.

Parcelamentos – É preciso ter a mentalidade de um investidor, portanto toda compra parcelada é uma dívida. E isso inclui os parcelamentos no cartão de crédito, principalmente. Quem parcela está antecipando o consumo e essa antecipação custa dinheiro para o consumidor, seja na forma de juros, seja por não conseguir o desconto que seria oferecido para pagamento à vista.

Compartilhar:
  • googleplus
  • linkedin
  • tumblr
  • rss
  • pinterest
  • mail

Escrito por trcom

There are 0 comments

Leave a comment

Want to express your opinion?
Leave a reply!