Psicologia
0

Reconhecer nossas falhas

| Clarissa Alves Psicóloga – CRP 07/26782 | Jaqueline A. Freitas Psicóloga – CRP07/23917 Estamos vivendo em um mundo competitivo. A evolução das mídias sociais, da comunicação, contribui consideravelmente para a diminuição da nossa possibilidade de erro, e, consequentemente, as chances de aceitação sobre as nossas possíveis- e prováveis- limitações. Somos seres humanos, e, enquanto […]

Reconhecer nossas falhas

| Clarissa Alves
Psicóloga – CRP 07/26782

| Jaqueline A. Freitas
Psicóloga – CRP07/23917

Estamos vivendo em um mundo competitivo. A evolução das mídias sociais, da comunicação, contribui consideravelmente para a diminuição da nossa possibilidade de erro, e, consequentemente, as chances de aceitação sobre as nossas possíveis- e prováveis- limitações.

Somos seres humanos, e, enquanto nessa condição, passíveis de erros e acertos, afinal, quem nunca errou que atire a primeira pedra! Infelizmente, admitir as falhas e assumir os erros passou a ser, muitas vezes, motivo de sentimentos de incapacidade pessoal ou limitação cognitiva, como se estivéssemos fadados a alcançarmos patamares cada vez mais altos em busca de um lugar de reconhecimento e/ou merecimento.

As estatísticas apontam que os índices de doenças mentais- depressão, ansiedade, entre outros- está aumentando consideravelmente, na premissa de que tudo o que a boca cala, o corpo padece.
Dessa forma, nossas limitações possibilitam o desenvolvimento da maturidade emocional e a capacidade de resiliência frente aos conflitos. Devemos aprender com nossos erros, entendê-los e enfrentá-los. Afinal, a cada lição aprendida, nos tornaremos mais experientes e possibilitamos a capacidade de construir ambientes acolhedores, onde a transformação ocorre através da importância e do (re)conhecimento do outro!

Aproveite a chance para refletir, agir e fazer a diferença!

Compartilhar:
  • googleplus
  • linkedin
  • tumblr
  • rss
  • pinterest
  • mail

Escrito por trcom

There are 0 comments

Leave a comment

Want to express your opinion?
Leave a reply!