Nutrição
0

Ovo: aliado da dieta ou inimigo da vida saudável?

De baixo custo e muito versátil, o ovo ainda gera dúvidas. Isso porque durante muitas décadas acreditou-se que o colesterol presente na gema poderia ser prejudicial à saúde, aumentando o risco de doenças coronarianas. Atualmente, o ovo é considerado por especialistas como o segundo melhor alimento do mundo, perdendo apenas para o leite materno. Por […]

Ovo: aliado da dieta ou inimigo da vida saudável?

De baixo custo e muito versátil, o ovo ainda gera dúvidas. Isso porque durante muitas décadas acreditou-se que o colesterol presente na gema poderia ser prejudicial à saúde, aumentando o risco de doenças coronarianas.

Atualmente, o ovo é considerado por especialistas como o segundo melhor alimento do mundo, perdendo apenas para o leite materno. Por ser rico em vitaminas e ótima fonte de proteína, seu consumo, quando bem aplicado dentro de um plano alimentar alinhado às necessidades nutricionais individualizadas, pode trazer muitos benefícios.

Ovo x colesterol – Um estudo feito pela Universidade de Kansas nos Estados Unidos revelou que apenas uma pequena parcela do colesterol sanguíneo provém da dieta. A grande responsável pelos problemas de saúde relacionados com o aumento do colesterol ruim (LDL) é a hipercolesterolemia familiar e não o que é proveniente dos alimentos. Além da predisposição genética, outros fatores aumentam o risco como: o consumo de gorduras saturadas (as gorduras dos ovos são insaturadas), a hipertensão arterial, o fumo, o estresse emocional do uso de anabolizantes esteróides e até mesmo o uso de anticoncepcionais.

Clara x gema – Existe uma diferença nutricional entre a gema e a clara. Na gema encontramos o colesterol e a maioria dos nutrientes como a colina, importante para a formação do neurotransmissor acetilcolina, que regulariza de maneira indireta a memória, a cognição e entra no controle da frequência cardíaca, da respiração e da atividade dos músculos.
Já na clara encontramos um aminoácido importante para o crescimento e manutenção dos músculos: a leucina. É utilizada em muitos suplementos e por isso ela é a queridinha dos atletas. Você pode consumir o ovo inteiro sim, desde que esteja dentro das suas necessidades diárias.

Segundo melhor alimento do mundo

Isso mesmo: alguns especialistas afirmam que o ovo é o segundo melhor alimento do mundo, perdendo apenas para o leite materno. Um estudo publicado pela Nutrition and Metabolism evidenciou que o ovo é ótimo para o emagrecimento, pois aumenta adipocitocina, um hormônio responsável pela queima de gordura. Além disso, é rico em vitamina A, D, E e B12. Também possui ação anti-inflamatória. Se consumido pela manhã, é capaz de fazer você se sentir mais saciada ao longo do dia. É uma ótima fonte de proteína de alta absorção.

Versatilidade e diferenças

A diferença entre o ovo vermelho e ovo branco são insignificantes, então escolha livremente qual deles mais lhe agrada. Mas se puder, opte pelo ovo caipira ou orgânico, esse sim é melhor opção.
É fácil introduzir o ovo na sua alimentação, pois existem diversas formas diferentes de consumi-lo: cozido, mexido, frito, em preparações como omeletes, crepioca, bolos e assim por diante. Pode ser uma ótima opção de café da manhã, lanches, almoço ou jantar. Tudo vai depender das suas necessidades e da sua rotina.

Compartilhar:
  • googleplus
  • linkedin
  • tumblr
  • rss
  • pinterest
  • mail

Escrito por trcom

There are 0 comments

Leave a comment

Want to express your opinion?
Leave a reply!