• (51) 3041.2333

Procurar
Saúde
0

O que é câncer de ovário?

Texto | Denise de Oliveira Milbradt |   Aos 53 anos, morreu no mês de novembro a atriz Márcia Cabrita. Ela lutava contra um câncer de ovário desde 2010. Segundo especialistas da área médica, este é o tipo de tumor com a menor taxa de sobrevivência, dentre as doenças típicas femininas. Por isso a importância de […]

O que é câncer de ovário?

Texto | Denise de Oliveira Milbradt |  

Aos 53 anos, morreu no mês de novembro a atriz Márcia Cabrita. Ela lutava contra um câncer de ovário desde 2010. Segundo especialistas da área médica, este é o tipo de tumor com a menor taxa de sobrevivência, dentre as doenças típicas femininas. Por isso a importância de identificar sintomas e indícios prematuramente.

Primeiro, no entanto, é preciso entender que toda mulher tem dois ovários, um de cada lado do útero, cuja missão é produzir óvulos e hormônios sexuais femininos estrógeno e progesterona. O câncer nada mais é do que um tecido doente que se localiza ao redor dos ovários. Este tipo de câncer pode acontecer em qualquer idade, mas é mais comum em mulheres após os 50 anos.

A descoberta no início da doença é dificultada pela inexistência quase total de sintomas. Eles só aparecerão nos estágios mais avançados, quando já se disseminou pela pelve, abdômen superior ou mesmo para outros órgãos. É um câncer pouco frequente, porém com alta letalidade. De acordo com o INCA são registrados no Brasil, aproximadamente, cinco mil novos casos por ano.

O câncer de ovário não tem causa completamente esclarecida. Sabe-se que se inicia a partir de mutações genéticas que alteram as características das células, tornando-as alteradas em sua capacidade de multiplicarem-se rapidamente, invadirem os tecidos vizinhos, obterem irrigação dos vasos sanguíneos vizinhos e de disseminar-se formando aglomerados celulares denominados tumores no local onde se iniciou ou formando tumores distantes do inicial chamados de metástases.

Não deixe, portanto, os sintomas aparecerem. Qualquer sinal diferente no seu corpo procure um médico ginecologista o mais rápido possível. Somente ele conseguirá identificar e tratar a doença.

Fatores de risco

– Histórico familiar da doença: Ter uma mãe, irmã ou filha que teve câncer de ovário aumentará o risco;

– Herança genética;

– Nunca ter engravidado;

– Início dos ciclos menstruais antes dos 12 anos;

– Menopausa após os 50 anos;

– Uso de terapia hormonal para tratar os sintomas da menopausa;

– Tratamentos para fertilidade;

– Tabagismo;

– Uso de dispositivo intrauterino (DIU);

– Síndrome dos ovários policísticos.

Sintomas da doença

– Aumento do volume do abdômen;

– Dor abdominal ou na pelve;

– Dificuldade para comer ou rápida sensação de saciedade;

– Distúrbios urinários;

– Fadiga;

– Indigestão;

– Dor nas costas;

– Dor durante o sexo;

– Prisão de ventre;

– Alterações do ciclo menstrual.

Compartilhar:
  • googleplus
  • linkedin
  • tumblr
  • rss
  • pinterest
  • mail

Escrito por trcom

There are 0 comments

Leave a comment

Want to express your opinion?
Leave a reply!