(51) 3041.2333 - (whats) 51 9205-3480

Comportamento
0

Maturidade emocional: tudo tem seu tempo

| Clarissa Alves Psicóloga, CRP/RS 07/26782 | Jaqueline A. Freitas Psicóloga, CRP/RS 07/23917 Você já se perguntou quanto tempo precisa para ser feliz? Já se viu justificando que não tem tempo para nada, para diversão, para si? Que você não tem tempo para concluir tal sonho, tal projeto pois requer tempo para isso? A vida […]

Maturidade emocional: tudo tem seu tempo

| Clarissa Alves
Psicóloga, CRP/RS 07/26782
| Jaqueline A. Freitas
Psicóloga, CRP/RS 07/23917

Você já se perguntou quanto tempo precisa para ser feliz? Já se viu justificando que não tem tempo para nada, para diversão, para si? Que você não tem tempo para concluir tal sonho, tal projeto pois requer tempo para isso?

A vida nos exige a todo momento que façamos escolhas… Desde a hora que nos acordamos ao momento de irmos dormir, estamos buscando o nosso tempo para concluirmos as tarefas diárias. Trabalho, família, filhos, lazer… difícil conciliar tudo, ser feliz e ainda se sentir bem emocionalmente. Mas afinal, o que tem a ver maturidade emocional com tempo?

As experiências da vida faz com que nos tornamos mais resilientes frente aos aprendizados da vida… Cada tropeço requer tempo para alcançar um entendimento sobre o todo. Muitos ficam a se questionar… porque isso sempre acontece comigo? Outros buscam no passado as explicações para suas estórias atuais, revivendo tempos em que sentiam-se amparados, acolhidos, e, muitas vezes, acabam por repetir os mesmo padrões de comportamento na iminência de obterem um resultado diferente. Frustram-se. Desesperam-se. Tornam-se pessoas extremamente ansiosas, até deprimidas. O tempo, nesse caso, pode ser fatal, caso não seja tomada nenhuma precaução em busca de auxílio de um profissional na área da saúde. Em outros casos, o tempo será necessário para que a elaboração do conflito possa se dar de forma lenta e gradual.

Maturidade emocional é a capacidade de integrar nossas experiências vividas, fortalecendo o ego, a fim de que possamos suportar nossos momentos de angústia existencial, compreendendo que o tempo é subjetivo e depende das vivencias e experiências pessoais de cada um.

Torna-se necessário refletir a cada dificuldade, a cada caminho trilhado diariamente. Será que estou aprendendo com meus erros ou apenas jogando para o outro minhas responsabilidades, numa projeção de expectativas, valores e demais princípios? Será que estou sendo verdadeiro nas minhas atitudes ou apenas tornando um espelho daquilo que quero que o outro enxergue que eu sou?
Vale a reflexão, a fim de que você possa ser o principal protagonista de sua vida e não uma mera projeção daquilo que esperam que você seja! Afinal, o tempo passa e a vida é curta. Que tal viver o agora?

Espaço InterAção Emocional

• Dr. Luiz Bastos do Prado, 1505, sala 301.

• Telefone: (51) 3933-8933

Compartilhar:
  • googleplus
  • linkedin
  • tumblr
  • rss
  • pinterest
  • mail

Escrito por trcom

There are 0 comments

Leave a comment

Want to express your opinion?
Leave a reply!