Educação
0

Escola Solidária: acessível para todos

Textos e Fotos | Denise de Oliveira Milbradt |   Existem hoje no Brasil cerca de 13 milhões de pessoas desempregadas, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Com o crescente número de desocupados disputando raras vagas no mercado de trabalho, investir num curso profissionalizante pode fazer toda a diferença. Mas, como arranjar […]

Escola Solidária: acessível para todos

Textos e Fotos | Denise de Oliveira Milbradt |  

Existem hoje no Brasil cerca de 13 milhões de pessoas desempregadas, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Com o crescente número de desocupados disputando raras vagas no mercado de trabalho, investir num curso profissionalizante pode fazer toda a diferença. Mas, como arranjar dinheiro para pagar o investimento? Foi pensando nas pessoas, que buscam uma nova oportunidade e estão descapitalizadas, que a Ong Vida Viva, de Cachoeirinha criou o projeto Escola Solidária. A iniciativa propõe a criação de uma rede de parceiros voluntários, que ministram cursos profissionalizantes gratuitos todos os meses.

Em dois anos de projeto, mais de 3 mil pessoas já passaram por, pelo menos, um curso. São cerca de 200 alunos por mês. Conforme a coordenadora dos projetos sociais da Ong, Andriely Mello, Cachoeirinha sempre teve o perfil de cidade-dormitório, pois uma minoria dos seus trabalhadores apostava no mercado de trabalho local. Mas, com as restrições de oportunidades em todo o País, houve a necessidade de buscar uma vaga também no próprio município. Com um número elevado de candidatos por vaga, pouco poder aquisitivo, as opções eram bastante restritivas. Foi a partir daí que surgiu a ideia da criação do Escola Solidária. Ela explica que todos os certificados são reconhecidos e aceitos no mercado, assim como é exigido alta capacitação dos profissionais envolvidos no projeto. “Paralelo, busca-se sempre unir a teoria à prática a partir de visitas técnicas”, confirma.

Para a manutenção da entidade, que existe há 17 anos e é administrada pela família Mello, realizam diversas atividades beneficentes ao longo do ano, tais como brechós, rifas e venda de lanches aos alunos dos cursos. Além de contar com doações espontâneas e o trabalho voluntário, de quem busca fazer a diferença na vida de alguém. Um destes exemplos é a psicopedagoga Fernanda Marques de Souza, que se desloca de Porto Alegre até a Ong vários dias da semana há seis meses. Mãe de dois filhos pequenos e professora das séries iniciais, ela reorganizou sua agenda para atender a demanda da entidade. Além de professora nos cursos do Escola Solidária, realiza atendimento de crianças e adolescentes que são encaminhadas por um médico, mas não possuem recursos suficientes para manter a terapia. “Hoje sou uma pessoa muito mais feliz”, argumenta.

Gentileza gera gentileza

O mais novo projeto, colocado em prática pela Ong Vida Viva, foi o Gentileza gera gentileza que visa oferecer apoio psicológico e cursos sobre temas diversos para crianças e adolescentes das escolas da rede pública de Cachoeirinha. A primeira ação ocorreu no dia 26 de junho, na Escola Estadual Princesa Isabel. Na oportunidade foi oferecida uma palestra sobre os temas “Depressão e Bullying” com a psicóloga Daniela Neves.

A coordenadora do projeto é Andriely Mello. Ela explica que o projeto nasceu a partir da necessidade de ajudar uma adolescente, que buscava apoio para ajudar uma amiga que tentara cometer suicídio. A partir daí foi em busca de apoio de outros profissionais das áreas da psicanálise para oferecer atividades aos jovens do município. “A meta é ser um apoio na hora das incertezas destes menores, bem como ampliar o oferecimento de atendimentos psiquiátricos e psicológicos no Vida Viva”, sugere Andriely.

Psicopedagoga Fernanda Marques de Souza: trabalho voluntário

Psicopedagoga Fernanda Marques de
Souza: trabalho voluntário

Cursos de julho

Barbearia – das 19h às 22h nas segundas-feiras

Manutenção e colocação de mega hair – das 13h30 às 17h nas segundas-feiras

Noções de corte e coloração – das 19h às 22h nas terças-feiras

Atendente de Educação Infantil avançado – das 19h às 22h nas quartas-feiras

Atendente de Nutrição básico – das 19h às 22h nas quintas-feiras

Atendente de Escritório avançado – das 19h às 22h nas sextas-feiras e sábados

Redes Sociais para iniciantes – das 19h às 22h nas quartas-feiras e sextas-feiras

Ong Vida Viva

Av. José Brambila, 250 – sala 02 –
Bairro Vista Alegre
Cachoeirinha- RS
Contatos (51) 98404-0269 e (51) 99850-8493
E-mail – ongvidaviva.farmacia@gmail.com

 

Compartilhar:
  • googleplus
  • linkedin
  • tumblr
  • rss
  • pinterest
  • mail

Escrito por trcom

There are 0 comments

Leave a comment

Want to express your opinion?
Leave a reply!