Design
0

Cozinhas planejadas valorizam espaços e laços de amizade

Texto por Denise de Oliveira Milbradt | Foto divulgação Reunir-se em torno de uma mesa é um momento valorizado pelas famílias, que fazem uso dos artifícios gastronômicos para trocar ideias e estreitar laços de amizade. Nos projetos arquitetônicos modernos, a metragem enxuta pede espaços valorizados por móveis planejados. É nesta nova realidade que as cozinhas […]

Texto por Denise de Oliveira Milbradt | Foto divulgação

Reunir-se em torno de uma mesa é um momento valorizado pelas famílias, que fazem uso dos artifícios gastronômicos para trocar ideias e estreitar laços de amizade. Nos projetos arquitetônicos modernos, a metragem enxuta pede espaços valorizados por móveis planejados. É nesta nova realidade que as cozinhas tornam-se os grandes nichos de mercado, sendo atualmente o projeto mais solicitado pelos consumidores. Os detalhes agregam refinamento e utilidade para o dia a dia.
Antes, contudo, identifique as necessidades da sua cozinha: como é a rotina da sua casa, quantas pessoas irão frequentar ao mesmo tempo, se você gosta de cozinhar muito ou pouco, se existem necessidades especiais para quem irá usá-la, a idade e a altura das pessoas. Fazer uma cozinha do seu jeito, podendo escolher todos os detalhes é possível.
Você pode escolher cor, tipo de madeira, pia, balcão e diversos tipos de acessórios indispensáveis. Quando o espaço for grande, pode-se optar por construir uma ilha onde os eletrodomésticos são embutidos no centro, por exemplo, trazendo inovação e modernidade ao ambiente.
Em ambientes menores, as pessoas priorizam armários suspensos para ganhar mais espaço em baixo onde são instalados os eletrodomésticos, objetivando sempre a valorização do metro quadrado. Sendo assim, são inúmeros os benefícios, desde funcionalidade à beleza.
Na hora da escolha da cor ideal, muitos ainda optam pela cor branca, porém a tendência é o uso de tons modernos e coloridos. Em termos de materiais, podem-se utilizar fórmicas que imitam inox, madeira, cores vibrantes e até papel de parede. Já os azulejos perderam a vez e não são mais utilizados em todo o ambiente como antigamente.
De acordo com o empresário Alexandre Bertollo, os ambientes acoplados (sala e cozinha) são os que mais requerem planejamento. Para dar a impressão de amplitude, sem perder a estética, o uso de cores mais alegres, tais como amarelo ou vermelho. “O uso de móveis mais fechados com menos nichos abertos faz com que se tornem mais organizados”, sugere.
A arquiteta Thiele König destaca a importância do aproveitamento de todos os cantos e eletrodomésticos compatíveis com o tamanho da cozinha. “Conversando com o cliente e sentindo o dia-a-dia dele é possível ter tudo e ainda ser funcional e bonita. Os detalhes fazem toda a diferença nestes espaços”, confirma.
Hoje em dia a climatização artificial é quase que fundamental, conforme Thiele. Essa ventilação pode ser feita através de coifas e exaustores, mas cuidado com a posição do fogão e evite correntes de ar para que ele não se apague facilmente, causando acidentes.

O que não pode faltar no projeto

-Os exaustores jogam o ar para fora do ambiente, enquanto que os purificadores só filtram o ar devolvendo-o para o ambiente. Ambos têm o seu tamanho relacionado ao fogão escolhido (existem a gás e elétricos);
-As torneiras podem ser de parede ou de bancada. Os novos modelos possuem extensores;
-Não se esqueça do ponto de água para o purificador de água (filtro);
-As geladeiras que produzem gelo precisam de instalação de ponto de água atrás, na parede;
-Distribua tomadas suficientes para alimentar todos os equipamentos e outras funções;
-Para a boa visualização dos alimentos, faça uma iluminação geral com lâmpadas fluorescentes brancas, em calhas ou embutidas, em sancas de gesso e misturada com lâmpadas amarelas, em spots; faça uma iluminação na bancada de trabalho embutida no armário ou focada para esta. Se for possível, dê preferência à iluminação de led, que tem baixo consumo de energia, vida útil maior, baixo custo de manutenção e alta intensidade de luz;
-A cozinha é posicionada no lado oeste da casa. Com isso, se a incidência solar for muito grande, instale brises, pergolados, toldos ou plante árvores e arbustos para refrescar e amenizar;
-A decoração e os armários devem ser funcionais e ter manuseio fácil;
-No piso, use materiais que não tenham muito rejunte e absorvam muita sujeira, dê preferência às opções antiderrapantes;
-Verifique algum espaço na cozinha ou próximo a ela para servir como despensa de produtos, utensílios e louças.

Compartilhar:
  • googleplus
  • linkedin
  • tumblr
  • rss
  • pinterest
  • mail

Escrito por mais materia

There are 0 comments

Leave a comment

Want to express your opinion?
Leave a reply!