Saúde
0

Ansiedade noturna: desligue-se!

Mesmo após um dia estressante de trabalho, cansado e esgotado, você não consegue relaxar e dormir. Mesmo deitado na cama está em permanente estado de alerta, rola para e para cá. Saiba que você pode estar sofrendo de ansiedade noturna, essa condição é caracterizada pela dificuldade de relaxar e acalmar a mente devido às preocupações […]

Ansiedade noturna: desligue-se!

Mesmo após um dia estressante de trabalho, cansado e esgotado, você não consegue relaxar e dormir. Mesmo deitado na cama está em permanente estado de alerta, rola para e para cá. Saiba que você pode estar sofrendo de ansiedade noturna, essa condição é caracterizada pela dificuldade de relaxar e acalmar a mente devido às preocupações do cotidiano.

Com o acúmulo de ansiedade gerado durante o dia, e por não conseguir administrar o que está ocorrendo durante esse período, isso acaba se apresentando no período noturno, justamente no momento reservado para o descanso e para o sono reparador. Medo, ansiedade, preocupações e nervosismo que aparecem na hora de dormir são as experiências mais comuns de quem sofre de ansiedade noturna, mesmo após um dia com esgotamento físico, a dificuldade em pegar no sono é persistente.

Antecipação de acontecimentos ruins e insegurança em relação ao futuro são alguns dos fatores que dificultam o desligamento dos problemas do dia a dia e atrapalham o corpo e a mente relaxarem, fundamental para o sono. Sem dormir, a pessoa fica nervosa, tensa e entra em um ciclo vicioso de ansiedade que impede o descanso.

Combatendo o problema

– Vá para a cama somente quando tiver certeza de que está com sono;
-Faça refeições leves no jantar;
-Pratique técnicas de meditação e respiração profunda antes de se deitar;
-Mantenha uma rotina regular de sono;
– O quarto deve ficar escuro, silencioso e livre de distrações;
-Não leve para a cama computador e celular, eles podem aumentar a ansiedade e comprometer o descanso por causa da iluminação artificial dos aparelhos;
-Procure um psicólogo e/ou psiquiatra que podem ajudar a resolver situações mais graves.

Compartilhar:
  • googleplus
  • linkedin
  • tumblr
  • rss
  • pinterest
  • mail

Escrito por trcom

There are 0 comments

Leave a comment

Want to express your opinion?
Leave a reply!