Comportamento
0

A interpretação faz parte da questão!

| Carlos Panni Médico e escritor Lembro-me das provas escolares ou universitárias em que, ao procurar tirar alguma dúvida, o professor respondia: – “A INTERPRETAÇÃO FAZ PARTE DA QUESTÃO”. Isso incomodava e nos parecia má vontade do mestre. Hoje, acredito, a qualidade da vida que se leva, depende da – INTERPRETAÇÃO – que se dá […]

A interpretação faz parte da questão!

| Carlos Panni
Médico e escritor

Lembro-me das provas escolares ou universitárias em que, ao procurar tirar alguma dúvida, o professor respondia: – “A INTERPRETAÇÃO FAZ PARTE DA QUESTÃO”.
Isso incomodava e nos parecia má vontade do mestre. Hoje, acredito, a qualidade da vida que se leva, depende da – INTERPRETAÇÃO – que se dá a ela.

Epiteto, um dos grandes filósofos gregos já dizia (com muita sabedoria): “Mais importante que o fato em si, é a interpretação que se dá a ele”.

Aí nos deparamos com uma infinidade de interpretações de tudo e de todos, para tudo e para todos… A felicidade para uns pode ser irmã gêmea da infelicidade para tantos outros. Dez reais no bolso pode ser uma grande alegria para quem faz tempo que não come, como pode ser desesperador para os que estão acostumados a lautas refeições regadas a vinho importado.
Mas, o que isso tem a ver com o nosso dia-a-dia?

TUDO!!!

Vivemos num permanente estado de interpretações.

Diariamente, o “WhatsApp”, o “Face Book” ou outro veículo virtual de comunicação estão repletos de imagens e mensagens de “Bom Dia”. Alguns até alertam que cabe a cada um fazê-lo bom de fato.

E é fato!

Algumas delas nos afirmam que podemos decidir se aquele dia será alegre e nossos empreendimentos bem sucedidos… Outras recomendam não deixar para depois (o depois pode não existir) e usar a melhor roupa, o melhor perfume e dar o melhor de si… Muitas apregoam a Fé no poder e na bondade divina para nos proteger, dar forças e garantir a vitória…

Podem ser utopias? Podem ser crendices vazias? Podem ser determinantes ou coadjuvantes de um dia e uma vida mais leve, alegre e solta?

Tudo pode!

Tudo, ou boa parte, depende da interpretação!

Lembro-me da parábola do homem que ficou desesperado quando seu único cavalo desapareceu. Um amigo lhe disse: Isso pode ter sido muito ruim ou muito bom. De fato, dias depois o cavalo retorna acompanhado de um rebanho de cavalos selvagens… e a historieta continua entre o que pode ser ruim ou bom ante os fatos do dia a dia.

Então: – qual vai ser a tua INTERPRETAÇÃO aos atos e fatos que te rodeiam?

Compartilhar:
  • googleplus
  • linkedin
  • tumblr
  • rss
  • pinterest
  • mail

Escrito por trcom

There are 0 comments

Leave a comment

Want to express your opinion?
Leave a reply!