• (51) 3041.2333

Procurar
Saúde
0

14 de março é dia de falar sobre incontinência urinária

Texto | Denise de Oliveira Milbradt | Foto | Divulgação A incontinência urinária é a perda involuntária de urinar que pode afetar homens e mulheres. Embora possa atingir qualquer faixa etária, é mais frequente na gravidez e na menopausa. O que acontece normalmente é que o indivíduo não consegue mais segurar o xixi. A gravidade […]

14 de março é dia de falar sobre incontinência urinária

Texto | Denise de Oliveira Milbradt | Foto | Divulgação

A incontinência urinária é a perda involuntária de urinar que pode afetar homens e mulheres. Embora possa atingir qualquer faixa etária, é mais frequente na gravidez e na menopausa. O que acontece normalmente é que o indivíduo não consegue mais segurar o xixi. A gravidade varia: em alguns casos, a pessoa não consegue segurar a vontade ao fazer esforços como tossir ou espirrar, em outros, a vontade de urinar é tão súbita e forte que não dá tempo de chegar a um banheiro.

A doença atinge cerca de 10 milhões de brasileiros de todas as idades, de acordo com a Sociedade Brasileira de Urologia. É talvez este dado que tenha levado a inclusão da data no calendário oficial. No dia 14 de março a meta é falar sobre o assunto e esclarecer as mais possíveis dúvidas da população.

Dentre as causas mais prováveis do problema é o consumo de certas bebidas, alimentos e até medicamentos que podem atuar como diuréticos, estimulando a bexiga e aumentando o volume de urina. Na lista estão cafeína, refrigerantes, bebidas alcoólicas, adoçantes e alimentos ricos em açúcar e ácidos cítricos. A incontinência urinária pode também ser causada por uma condição médica facilmente tratável, tal como infecção urinária, prisão de ventre ou mesmo estresse.

Somente um especialista poderá diagnosticar o problema, levando previamente em conta os sintomas relatados pelo paciente. Ainda assim, alguns exames deverão ser solicitados, como o tradicional de urina ou mesmo uma medição residual.

Causas

Certas bebidas, alimentos e medicamentos podem atuar como diuréticos – estimular a bexiga e aumentar o seu volume de urina. Eles incluem:

• Álcool
• Cafeína
• Chá com cafeína e café
• Refrigerantes
• Adoçantes artificiais
• Xarope de milho
• Alimentos que são ricos em especiarias e açúcar
• Alimentos muito ácidos e cítricos
• Uso de medicamentos para doenças cardíacas e pressão arterial, além de sedativos e relaxantes musculares
• Grandes doses de vitaminas B ou C.

Compartilhar:
  • googleplus
  • linkedin
  • tumblr
  • rss
  • pinterest
  • mail

Escrito por trcom

There are 0 comments

Leave a comment

Want to express your opinion?
Leave a reply!